10 de julho de 2011

Estilização da Macieira, Carvalho e Oliveira

Ontem ganhei coragem e decidi fazer algo mais que apenas regar e adubar as minhas árvores.

A Macieira tem crescido sem parar. O problema é que ela esquece-se que não pode crescer tanto em altura se não tiver (mais) ramos e um tronco forte o suficiente para a suportar.
Nos últimos tempos, sempre que há uma rajada de vento mais forte, parece uma bailarina na minha varanda. Para evitar dissabores, decidi ter uma intervenção radical como forma de tentar que ela comece a ramificar mais abaixo. Espero bem não ter sido bruto demais:

Estado inicial
Como ficou no fim

Aproveitei a embalagem e dei também uns retoques na Oliveira. Encurtei os ramos à direita de forma a que esta ramifique mais atrás. Não mexi nos ramos à esquerda. Vou deixá-los crescer livremente para engrossarem bem.

Como ficou



O Carvalho que comprei em Abril foi a árvore que mais me surpreendeu nos últimos tempos. Sem que eu percebesse sequer porquê, secaram as folhas todas que ele trazia há cerca de um mês e meio. 
Pensei que tinha morrido, mas ia-o regando na mesma (por pena) quase sempre que regava as outras plantas. A terra muitas vezes secava completamente entre as regas e pensei em deitá-lo fora duas ou três vezes...

Passadas entre 2 a 3 semanas depois de ter secado completamente, começou a rebentar. 
Claro que fiquei muito contente com a demonstração de força do pequeno e tratei logo de lhe arranjar um novo vaso, visto que as raízes já saíam pelos furos de drenagem do outro vaso.
Agora tem uma mistura de solo bastante mais drenante e está num vaso de grandes dimensões. Pretendo que ele passe os próximos 2 anos sem lhe tocar nas raízes e estou confiante que engrosse bem o tronco nesse tempo.

Tenho andado a estudar a forma dele e ontem decidi que estava na altura de pôr os conhecimentos teóricos adquiridos em prática. Fiz a minha primeira estilização com arames.
Penso que não correu mal e tive pena que ele não tenha mais ramos para estilizar  :D 

Ficam as fotos: 
Estado inicial
Depois de aramar
Pormenor do resultado

Sei que o trabalho não ficou perfeito, mas acho que não está nada mau para primeira tentativa.  
Penso que o ramo mais comprido central será para remover por completo no futuro, mas enquanto não tiver a certeza do estilo que quero dar vou esperando para ver se ele cria ramificações secundárias mais abaixo.


Deixo só o link para um dos vídeos que vi e revi antes de avançar com este processo:
Foi-me muito útil e está muito bem explicado.

Um abraço! 

2 comentários:

  1. Os carvalhos (esse pareçe um alvarinho) são árvores de folha caduca, todos os anos perdem as suas folhas, no Inverno. Depois nascem novas.

    ResponderEliminar
  2. Peço desculpa, mas só hoje vi a resposta..

    As folhas caíram no final de Abril, daí eu ter achado que o carvalho tinha morrido.

    Abraço

    ResponderEliminar