8 de outubro de 2010

Relato dos últimos meses

Nos últimos tempos têm sido bastante atarefados e tive que deixar o meu hobby quase de lado.
Bom, a verdade é que, muitas vezes, o problema é mais a paciência do que outra coisa, mas as desculpas esfarrapadas vencem sempre...

A tangerineira não resistiu aos ferimentos que lhe causei. Ao menos aprendi com o erro e espero que os meus relatos sirvam para evitar que mais alguém o faça. -> ver detalhes

Quanto às minhas múltiplas tentativas para fazer brotar sementes de Acer (Palmatum e Ginalla) e Yoshino Cherry (prunus x yedoensis), tenho falhado uma após outra.
Num acto de desespero, decidi até abrir vários caroços de cereja (espécie japonesa) para ver se acelerava o processo e apenas numa obtive resultado.



Quando estava neste estado de desenvolvimento, achei que estava na altura de a plantar em terra.
Não sei o que correu mal. Esta cresceu durante pouco mais que uma semana e depois acabou por secar e morrer.

Pode ter sido de eu ter a ter ajudado a nascer mais depressa, ou então é natural acontecer... Não me vou martirizar a pensar nisso.

Esta sucessão de falhanços levou a que eu tenha 26 sementes destes três tipos de árvore no meu frigorífico em processo de estratificação. (Em breve vou introduzir uns links sobre estes processos que tenho usado. Por enquanto e muito sucintamente digo: Estratificação no Frigorífico = Simulação ao processo que as sementes passam no Inverno)

A macieira e o carvalho não podiam estar melhores, pelo menos aparentemente.
O Verão esteve quente tal como estas árvores gostam e a macieira cresceu para mais do dobro da altura que tinha, enquanto que o carvalho desenvolveu alguns dos ramos que lhe deixei e outros devem estar mortos visto não se terem desenvolvido minimamente.

Optei por não podar nenhuma das duas durante o Verão. Queria que elas se desenvolvessem livremente e vou aproveitar o Inverno para dar uma poda estrutural forte nas duas.

Deixo aqui umas imagens do estado das duas árvores no final do Verão.



Se alguém tiver uma opinião sobre como podar a macieira, por favor comente ou contacte para o meu email, porque eu não sei até que ponto posso cortar aquele ramo (ou tronco, não sei bem) onde me apetecer... Aqui explico o porquê da bifurcação do tronco.

Sem comentários:

Enviar um comentário